Palestinos culpam Israel por adiamento da final de campeonato de futebol

sexta-feira, 7 de agosto de 2015 09:37 BRT
 

Por Nidal al-Mughrabi

GAZA (Reuters) - A Federação Palestina de Futebol adiou a final da Copa da Palestina, disputada entre os times campeões da Faixa de Gaza e da Cisjordânia, depois que Israel negou autorizações de entrada para alguns jogadores de Gaza, disseram dirigentes esportivos.

O clube Shejaia, da Faixa de Gaza, tem de cruzar um controle de fronteira israelense para chegar à cidade de Hebron, na Cisjordânia, território ocupado por Israel, local do jogo de domingo, mas isso requer a aprovação do governo israelense.

"Ficou claro que sete pessoas, incluindo quatro jogadores, não estavam na lista e, portanto, toda a missão não pôde deixar Gaza sem eles", disse Ala Shammaly, da assessoria de imprensa do Shejaia.

Israel disse que os quatro jogadores precisam passar por um interrogatório especial, que deveria ter ocorrido na quinta-feira, mas os palestinos não apareceram. Autoridades israelenses se ofereceram para deixar o restante da equipe passar na sexta-feira, dia que é o início do fim de semana em Israel, e os outros quatro os encontrariam no domingo, primeiro dia útil no país, quando seria possível conduzir o interrogatório.

A federação palestina disse que o jogo foi adiado até nova decisão.

O jogo de domingo era para ser a partida de volta do confronto realizado na quinta-feira entre o Al-Ahly, o campeão da Cisjordânia, e o Shajaia, vencedor da Faixa de Gaza.

O jogo, que terminou em um empate sem gols, tinha sido a primeira visita da equipe da Cisjordânia a Gaza desde a eclosão do levante palestino em 2000.

O coordenador das atividades do governo israelense nos territórios ocupados, cujo escritório está sob a jurisdição do Ministério da Defesa, disse que a decisão da equipe de não cruzar o controle sem os quatro jogadores era "outra provocação barata" feita pelo presidente da federação palestina, Jibril Al-Rajoub. "Os palestinos fazem uso cínico de esporte e no final o público palestino sai prejudicado", disse.

 
Partida entre Al-Ahly,  campeão da Cisjordânia, e Shajaia, vencedor da Faixa de Gaza, no estádio al-Yarmouk, em Gaza.   06/08/2015    REUTERS/Mohammed Salem