Terremotos no Nepal causaram “danos mínimos” a trilhas no Everest

sexta-feira, 7 de agosto de 2015 10:25 BRT
 

Por Gopal Sharma

KATMANDUM (Reuters) - A maioria das hospedarias e trilhas para caminhadas perto do Monte Everest sofreram apenas danos mínimos devido aos dois grandes terremotos no Nepal este ano, de acordo com relatório de uma empresa de engenharia, que traz alguma esperança para o setor do turismo, prejudicado pelos abalos.

Os terremotos atingiram o Nepal em abril e maio, provocando avalanches na montanha mais alta do mundo e matando 8.900 pessoas em todo o país, incluindo dezenas de alpinistas e caminhantes estrangeiros.

"A maioria das estruturas de alojamento e trilhas sofreu danos mínimos", disse a Miyamoto Internacional, empresa de engenharia com sede nos Estados Unidos, em um relatório encomendado pelo governo nepalês.

A empresa informou no documento, visto pela Reuters na quinta-feira, que o Nepal deve proceder a uma avaliação detalhada da região após a estação chuvosa, para sondar novos riscos para os visitantes.

O governo encomendou o relatório sobre a segurança das regiões de caminhada e alpinismo no Everest e Annapurna depois de empresas de seguros ocidentais aumentarem os prêmios para os viajantes após os terremotos.

Os críticos do relatório dizem que não foram examinadas todas as rotas de trilhas na região do Everest.