Técnico da seleção da Costa Rica pede demissão após briga

quarta-feira, 12 de agosto de 2015 18:36 BRT
 

SAN JOSÉ (Reuters) - O técnico da Costa Rica, Paulo Wanchope, pediu demissão nesta quarta-feira após se envolver em uma briga com um segurança ao final de uma partida de qualificação para os Jogos Olímpicos contra o Panamá. 

Wanchope, que estava observando a partida de terça-feira na Cidade do Panamá entre as seleções sub-23 de ambos os países, foi mostrado em um vídeo retaliando um homem que o havia empurrado. 

“Após uma reunião cordial entre Paulo Cesar Wanchope e a federação, o treinador decidiu deixar a posição de técnico da seleção”, disse a Federação de Futebol da Costa Rica. 

Wanchope pediu desculpas aos torcedores de Costa Rica e Panamá por seu comportamento, dizendo que perdeu a cabeça quando lhe foi negado o acesso ao campo após o jogo, um empate de 0 x 0.

"Somos seres humanos e, infelizmente, eu reagi de uma forma inaceitável para a posição que tinha", declarou Wanchope em entrevista coletiva.

 
Wanchope concede entrevista em Belen de Heredia.   12/8/2015.  REUTERS/Juan Carlos Ulate