Velejadores tomam medidas de precaução em evento-teste nas águas do Rio

sexta-feira, 14 de agosto de 2015 19:35 BRT
 

Por Andrew Downie

SÃO PAULO (Reuters) - Velejadores internacionais que estão no Brasil para um evento-teste olímpico estão tomando suplementos especiais e medidas de precaução para evitar que fiquem doentes durante e após o evento de uma semana nas águas do Rio de Janeiro, disseram representantes de equipes nesta sexta-feira.

"Estamos tomando suplementos apropriados para manter o sistema imunológico e tenho certeza de que a maioria dos outros está fazendo o mesmo", disse à Reuters Peter Conde, diretor de alto desempenho para a equipe australiana.

"Em termos de práticas sanitárias, queremos manter as mãos e corpos limpos."

Conde afirmou que sua equipe estava especialmente vigilante após relatos de níveis elevados de vírus e bactérias nas águas da Baía de Guanabara, onde vai acontecer as provas de vela durante os Jogos Olímpicos do ano que vem.

A partir de sábado, cerca de 350 velejadores de 55 nações irão competir no Rio em 10 classes, as mesmas que serão disputadas na Rio 2016. Entre os velejadores estarão cerca de 30 medalhistas olímpicos, como o brasileiro Robert Scheidt.

Seis cursos serão utilizados, três dentro da Baía de Guanabara e três no exterior, disse a Federação Internacional de Vela.

Os atletas britânicos e norte-americanos também vão tomar suplementos extras, vitaminas e probióticos que ajudam a fortalecer o estômago e combater possíveis infecções, segundo dirigentes de ambas as equipes.

"Temos procedimentos de saúde e higiene no local, lavamos o kit completamente, a higiene das mãos, desinfetamos, nos certificamos de que fazemos o básico corretamente", afirmou a porta-voz da equipe britânica, Lindsey Bell, à Reuters.   Continuação...