Pistorius matou nossa filha deliberadamente, dizem pais de Reeva Steenkamp

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 14:14 BRT
 

JOANESBURGO (Reuters) - Oscar Pistorius matou a tiros sua namorada, Reeva Steenkamp, deliberadamente, disseram os pais da moça, antes de uma audiência na qual procuradores buscam mudar a decisão do tribunal sul-africano que condenou o atleta.

Foi a primeira vez que os pais de Reeva falaram desde o veredicto da corte.

Pistorius, de 28 anos, foi condenado em setembro do ano passado por homicídio culposo, em que não há a intenção de matar, após o juiz Thokozile Masipa dizer que os procuradores falharam em provar que o medalhista paralímpico mostrou intenção de matar.

Os promotores argumentaram durante o julgamento de seis meses que Pistorius matou deliberadamente Reeva com quatro tiros por uma porta trancada, onde ela se escondia após uma briga. Pistorius argumenta que acreditava que um intruso estava dentro do banheiro.

"O que aconteceu no tribunal não é a verdade", disse Barry Steenkamp ao canal de televisão australiano Channel Seven durante entrevista transmitida no domingo.

"Ele ficou nervoso, ela foi para o banheiro, se trancou, então ele sacou a arma e atirou", acrescentou.

Se for condenado por homicídio, Pistorius pode receber uma sentença de até 15 anos.

(Reportagem de Joe Brock)