Imigrantes entram em confronto com polícia na ilha grega de Lesbos

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 11:45 BRT
 

ATENAS (Reuters) - Cerca de 200 imigrantes não registrados tentando entrar em uma embarcação enfrentaram a polícia e autoridades da guarda costeira na ilha grega de Lesbos nesta sexta-feira, disse um porta-voz da guarda costeira à Reuters.

Imagens de televisão mostram imigrantes atirando pedras contra a polícia. Policiais usaram gás lacrimogêneo para dispersar os imigrantes, disse um repórter no local do canal de notícias grega ANT1.

"Cerca de 200 imigrantes não registrados tentaram entrar em uma balsa no porto e foram empurrados para trás pela polícia e a guarda costeira", disse o porta-voz da guarda costeira, Nikos Lagkadianos.

A Grécia está na linha de frente de uma crise migratória na Europa. Centenas de pessoas, na maioria fugindo da guerra e da pobreza, chegam a suas costas todos os dias.

Autoridades da União Europeia em visita à Grécia anunciaram que o bloco vai ampliar as quotas imigratórias na próxima semana para tirar a pressão dos países que enfrentam dificuldades para lidar com o fluxo.

O prefeito da principal cidade de Lesbos fez “um apelo público” por ajuda e pediu que o governo em Atenas declare estado de emergência na ilha.

"Já faz quatro meses que venho dizendo que estou segurando uma bomba nas mãos e o pavio está queimando lentamente", disse Spyros Galinos, prefeito de Mytilini, à TV estatal ERT. "Dois dias atrás enviei uma carta pedindo que se declare a ilha em um estado de emergência. Hoje estou pedindo ao primeiro-ministro medidas de assistência imediata. A situação se tornou incontrolável."

(Reportagem de Angeliki Koutantou e George Georgiopoulos)

 
Refugiados sírios desembarcando na ilha grega de Lesbos.  03/09/2015   REUTERS/Dimitris Michalakis