Problemas de motor prejudicam esperanças de Rosberg no GP da Itália

sábado, 5 de setembro de 2015 17:25 BRT
 

Por Alan Baldwin

MONZA, Itália (Reuters) - A esperanças de Nico Rosberg de fazer frente ao líder do campeonato, o companheiro de Mercedes Lewis Hamilton, no Grande Prêmio da Itália de domingo foram comprometidas por um problema no motor que o atrapalhou no treino classificatório.

Rosberg está 28 pontos atrás do bicampeão mundial de Fórmula 1 Hamilton, e chegou a Monza precisando garantir alguns pontos antes do campeonato sair da Europa para provas que estão entre as quais o seu rival se dá melhor.

Mas, ao contrário, o alemão vai largar em quarto lugar, com o britânico na pole position pela 11ª vez em 12 corridas, apesar de também haver dúvidas sobre o motor de Hamilton, que será investigado.

Os mecânicos da Mercedes tiveram que trabalhar entre o último treino livre e o classificatório para substituir o motor de Rosberg por outro que foi utilizado em outras cinco corridas.

Ele evitou qualquer punição, porque se manteve na sua cota da temporada, mas a Mercedes havia levado um motor melhorado para Monza para os dois pilotos, e a troca significa que ele usará uma unidade menos potente.

"Percebemos logo depois do P3 (último treino livre), então os mecânicos fizeram um trabalho incrível para trocar tudo em uma hora e meia ou algo assim", disse Rosberg a repórteres.

"Ele tem muitos quilômetros...e os motores decaem com o decorrer do tempo, então definitivamente comprometeu meu fim de semana e comprometerá minha corrida também".

"Você pode ver que perdi muito tempo nas retas", acrescentou o alemão, que espera pode enfrentar as duas Ferraris à sua frente, mas não tem tanta certeza se conseguirá alcançar Hamilton. 

Entretanto, o chefe de automobilismo da Mercedes, Toto Wolff, disse que a equipe ainda não descobriu a causa do problema e que o motor de Hamilton ainda não pode ser considerado totalmente sem problemas.