Copa América de 2016 deve ocorrer nos EUA para respeitar contrato, diz dirigente paraguaio

terça-feira, 8 de setembro de 2015 15:44 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - A Copa América do Centenário deve ser disputada nos Estados Unidos em conjunto com a Concacaf porque existe um contrato que a Conmebol vai respeitar, disse nesta terça-feira o presidente da Associação Paraguaia de Futebol, Alejandro Domínguez.

Domínguez falou sobre o torneio em meio a rumores sobre a mudança da sede após o escândalo de corrupção na Fifa. O Chile apareceu nesta semana como um possível organizador do evento junto com Argentina e Uruguai, segundo a mídia.

"Há um contrato firmado e se não for cumprido, é preciso sair pela via prevista. Até agora os contratos seguem e a Copa Centenário será disputada nos Estados Unidos", disse Domínguez à rádio Urbana, de Assunção.

"A menos que a Concacaf não cumpra, a Conmebol vai respeitar o que está acordado. Uma vez firmado o acordo é difícil que se rompa", completou o dirigente, um dos diretores do comitê executivo da Conmebol, considerado um homem muito próximo ao presidente Juan Angel Napout.

O torneio para celebrar os 100 anos da Copa América foi programado para junho do próximo ano nos Estados Unidos com a participação de 10 seleções sul-americanas e seis da Concacaf, mas sua organização ficou em dúvida depois de acusações da Justiça dos EUA contra dirigentes de futebol.

(Reportagem de Daniela Desantis)

 
Presidente da Associação Paraguaia de Futebol, Alejandro Domínguez, em Assunção. 4/12/2014 REUTERS/Jorge Adorno