Gols no fim evitam derrota da Argentina contra o México

quarta-feira, 9 de setembro de 2015 11:55 BRT
 

(Reuters) - Gols tardios de Sergio Aguero e Lionel Messi deram à Argentina um empate de 2 x 2 com o México, na noite de terça-feira, e pouparam o time de um constrangimento, já que a seleção dominou a partida mas foi incapaz de aproveitar as chances no amistoso disputado na cidade norte-americana de Dallas.

Aguero marcou a cinco minutos do final, quando Ezequiel Lavezzi aproveitou um erro do goleiro mexicano e cruzou para o colega deslizar a bola para dentro do gol vazio.

Três minutos depois Messi matou uma bola no peito e conferiu com um meio voleio para roubar a vitória dos adversários.

“O México marcou gols, mas acho que a Argentina controlou o jogo”, disse o técnico argentino, Gerardo Martino, após o embate. “Tivemos o mesmo número de chances, mas não as confirmamos”.

Os mexicanos saíram na frente após o intervalo, quando Javier "Chicharito" Hernández conferiu da marca do pênalti, e o ex-atacante do Manchester United e do Real Madrid poderia ter feito mais um, mas chutou longe só tendo o goleiro pela frente.

Hector Herrera fez o segundo do México aos 25 minutos da etapa complementar, num momento em que o combinado de Ricardo Ferretti pressionava os rivais com contra-ataques velozes, mas a dupla de astros da Argentina deixou o placar mais em linha com a realidade no final do jogo.

Com o resultado, a Argentina completa 11 jogos invicta, mas agora precisará se concentrar nas eliminatórias da Copa do Mundo.

(Por Andrew Downie)

 
Messi chuta para marcar gol de empate da Argentina em amistoso contra o México. 08/09/2015 REUTERS/Tim Heitman/USA TODAY Sports