17 de Setembro de 2015 / às 16:58 / em 2 anos

Dunga chama Renato Augusto e mais 2 do Corinthians para início das eliminatórias

Técnico Dunga em entrevista coletiva na sede da CBF, no Rio de Janeiro. 17/09/2015Sergio Moraes

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O meia Renato Augusto, do Corinthians, foi a maior novidade na convocação realizada nesta quinta-feira pelo técnico Dunga para os dois primeiros jogos do Brasil nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra Chile e Venezuela, em outubro.

Essa é a primeira vez que o meia-atacante, um dos destaques do líder Corinthians no Campeonato Brasileiro, é chamado pelo treinador da seleção brasileira.

“O Renato tem experiência de futebol alemão, se readaptou bem ao futebol brasileiro, tem boa visão de distribuição de jogo, chuta bem de média distância e tem passes longos. Ele pode vir a contribuir conosco“, disse Dunga a jornalistas, em entrevista na sede da CBF, ao justificar a convocação.

O meia, de 27 anos, foi revelado pelo Flamengo e defendeu o Bayer Leverkusen entre 2008 e 2012, sendo depois contratado pelo Corinthians. O líder do Brasileirão ainda teve mais dois jogadores convocados por Dunga: o zagueiro Gil e o meia Elias.

Outra novidade na lista de Dunga foi lateral-direito Rafinha, do Bayern de Munique, que ainda não tinha sido chamado pelo técnico em sua atual passagem pelo comando da equipe.

“Ele é um jogador experiente e surgiu a oportunidade, e o jogador tem que estar preparado nesse momento de lesões", disse o treinador, que não pôde contar com os contundidos Danilo e Daniel Alves para o início da campanha rumo ao Mundial da Rússia.

Como esperado, o atacante Neymar ficou fora da lista por estar suspenso por dois jogos devido a expulsão na Copa América.

“A realidade do momento é que ele ainda está suspenso. Tínhamos que chamar 15 dias antes”, disse o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, a jornalistas.

A CBF ainda espera resultado de um recurso apresentado à Corte Arbitral do Esporte (CAS) pedindo a liberação do jogador, que pode ser convocado futuramente, segundo Gilmar. Se Neymar for liberado, uma eventual convocação dependeria da anuência do Barcelona, por estar fora do prazo estabelecido.

O experiente Kaká, que foi testado por Dunga nos amistosos deste mês contra EUA (4 x 1) e Costa Rica (1 x 0), não foi convocado.

O técnico brasileiro reforçou que a seleção terá dificuldades nas eliminatórias, que apontou como uma das mais duras de todos os tempos.

"Numa Copa do Mundo o estádio é neutro, mas nas eliminatórias o país se reúne e faz força para jogar contra o Brasil. É na chegada, na hora do passaporte, no ônibus que atrasa, você é xingado, é no treinamento", disse. "Temos que estar preparados para esse aspecto”.

Apesar de prever complicações, Dunga garantiu que o Brasil vai se classificar para o Mundial da Rússia. “Acreditamos nos nossos jogadores e vamos classificar”, afirmou.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, não confirmou se vai acompanhar a seleção na partida contra o Chile, em Santiago. O presidente da entidade tem evitado viagens ao exterior desde que estourou um escândalo de corrupção no futebol mundial, que levou cerca de 10 dirigentes à prisão na Suíça, entre eles o ex- presidente da CBF, José Maria Marin.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below