Agüero volta ao seu melhor com cinco gols na vitória do City

sábado, 3 de outubro de 2015 16:07 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O atacante argentino Sergio Agüero, que sofreu com lesões durante toda a temporada e marcou apenas três vezes antes deste sábado, provou que já está de volta ao seu melhor ao se juntar ao clube exclusivo de jogadores que marcaram cinco vezes em uma mesma partida pela Premier League.

Agüero, já um herói do Manchester City por ter feito o gol que assegurou o título em 2012, tornou-se o primeiro atleta do clube a marcar cinco vezes em um único jogo na história da Premier League, na vitória sobre o Newcastle, por 6 x 1, que levou o time ao topo da tabela. Kevin de Bruyne fez o outro.

Mas a surpresa não foi apenas que Agüero marcou tantas vezes, mas que o City atropelou um time do Newcastle que foi melhor durante boa parte do primeiro tempo, havia aberto o placar aos 18 minutos e feito os torcedores do City vaiarem o time na saída para o intervalo no Etihad Stadium.

Agüero fez o primeiro aos 42 minutos, e encontrou a rede novamente aos 4, aos 5, aos 15 e aos 17 do segundo tempo para se tornar o primeiro jogador desde Dimitar Berbatov, do Manchester United, em novembro de 2010, a marcar cinco gols em uma partida de Premier League.

Os outros que alcançaram esse feito foram Andy Cole, pelo United, em 1995, Alan Shearer, pelo Newcastle, em 1999, e Jermain Defoe, pelo Tottenham, em 2009, e Agüero fez os seus cinco gols em menos tempo que todos eles.

Foram vaias ironicas, e não sérias, dos torcedores do City, quando o técnico Manuel Pellegrini o substituiu dois minutos depois do seu quinto gol.

"Ele não ficou bravo por ter saído. Ele passou por um tratamento no intervalo e seria um risco se terminasse o jogo", disse à BBC.

"Sergio Agüero é diferente. Em outras partidas, ele tinha muitas chances, mas não estava marcando. Hoje, ele voltou a ter um número normal de chances que ele mesmo cria, mas desta vez, marcou".

A vitória levou o City, que havia perdido suas últimas duas partidas pelo Inglês, de volta ao topo da tabela, pelo menos até o Manchester United enfrentar o Arsenal, no domingo, e deixou o Newcastle na lanterna, ainda sem vitórias após oito rodadas.

(Por Mike Collett)