Blatter está decepcionado por não ter sido ouvido antes da suspensão da Fifa, dizem advogados

quinta-feira, 8 de outubro de 2015 10:25 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Joseph Blatter lamenta que o Comitê de Ética da Fifa não tenha falado com ele antes de o suspender provisoriamente, disseram nesta quinta-feira os advogados do presidente da entidade que comanda o futebol do mundo.

"O presidente Blatter ficou desapontado porque o Comitê de Ética não seguiu o Código de Ética e Código Disciplinar, os quais preveem que ele tenha a oportunidade de ser ouvido", disseram os advogados de Blatter em um comunicado enviado por email.

"Além disso, o Comitê de Ética baseou a sua decisão em um mal-entendido sobre as ações do Ministério Público na Suíça, que abriu uma investigação, mas não apresentou nenhuma acusação contra o presidente."

Advogados de Blatter disseram que esperam ansiosamente apresentar as provas de que vão demonstrar que ele não se envolveu em nenhum ato impróprio.

(Reportagem de David Ingram)

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante evento em Ulrichen, na Suíça.  22/08/2015   REUTERS/Denis Balibouse