Jogadores argentinos admitem que terão que melhorar muito contra o Brasil

quarta-feira, 14 de outubro de 2015 19:43 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A seleção da Argentina deve melhorar muito para vencer o Brasil depois de obter apenas um ponto nos dois primeiros jogos nas eliminatórias da Copa do Mundo, ao perder de 2 x 0 para o Equador em casa e empatar sem gols com o Paraguai.

A Argentina, que sentiu falta de seu astro Lionel Messi e depois de Sergio Aguero, enfrentará o Brasil em Buenos Aires em novembro e, em seguida, visitará a Colômbia em Barranquilla. Lesionados, Messi e Aguero são dúvida para esses confrontos.

"Contra o Brasil, teremos que melhorar muito para vencer", disse o volante Javier Mascherano, no Aeroporto Internacional de Ezeiza, antes de embarcar para a Europa.

A Argentina está apenas em sétimo lugar nas eliminatórias sul-americanas, com apenas um ponto. Uruguai, Equador e Chile têm seis pontos e lideram o torneio que dá vagas para o Mundial da Rússia, em 2018.

"Seríamos medíocres se não pensássemos que temos que melhorar para ganhar do Brasil", disse o atacante Ezequiel Lavezzi. "Vamos fazer tudo para melhorar e para reverter essa situação, esse ponto negativo", acrescentou.

O lateral direito do Manchester City Pablo Zabaleta disse que o ponto que conseguiram contra o Paraguai "não é para se alegrar", e concordou com seus colegas de que agora é preciso melhorar para obter os resultados.

"As eliminatórias são longas, mas de toda maneira esperamos nos próximos dois jogos fazer melhor as coisas e contra o Brasil será uma boa oportunidade para melhorar", afirmou Zabaleta.

(Reportagem de Luis Ampuero)