Suíça aprova extradição de ex-dirigente nicaraguense aos EUA

quinta-feira, 15 de outubro de 2015 10:05 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A Justiça Federal da Suíça informou nesta quinta-feira que aprovou a extradição do ex-dirigente da Fifa Julio Rocha aos Estados Unidos.

Rocha, ex-presidente da Federação Nicaraguense de Futebol, foi preso em maio em Zurique junto com outros seis dirigentes da Fifa. Entre os presos estava o ex-presidente da CBF José Maria Marin.

A procuradoria de Nova York acusa Rocha de pedir e receber propinas de 150 mil dólares em relação a venda de direitos de marketing para jogos das eliminatórias da Copa do Mundo.

Rocha possui 30 dias para apelar contra a extradição, informou a Justiça suíça, acrescentando que deu prioridade ao pedido norte-americano sobre um pedido similar de Nicarágua.

(Reportagem de John Miller)

 
Ex-dirigente da Fifa Julio Rocha (esquerda) e Joseph Blatter, presidente da Fifa, durante inauguração de estádio em Managua, no Nicarágua.  14/04/2011   REUTERS/Oswaldo Rivas