19 de Outubro de 2015 / às 22:04 / 2 anos atrás

Barça promete lutar contra multa da Uefa por bandeiras catalãs

MADRI (Reuters) - O Barcelona prometeu utilizar todos os meios legais contra uma segunda multa imposta pela Uefa, que aplicou punição porque torcedores do clube mostraram bandeiras a favor da independência catalã durante partida em casa contra o Bayer Leverkusen, pela Liga dos Campeões.

O comitê de controle, ética e disciplina da Uefa argumentou que no jogo contra o Leverkusen o clube descumpriu parte do artigo 16 do regulamento da competição.

Neste artigo, se proíbe "o uso de gestos, palavras, objetos ou qualquer outro meio para transmitir qualquer mensagem que não corresponda a um evento esportivo, particularmente mensagens que são de natureza política, ideológica, religiosa, ofensiva ou provocativa".

Jordi Mestre, vice-presidente do Barcelona, disse nesta segunda-feira a jornalistas que o clube apelará à Uefa contra a sanção de 40.000 euros e, se necessário, pode levar sua queixa à Corte Europeia de Direitos Humanos.

"Vamos recorrer à Uefa, à CAS (Corte Arbitral do Esporte), se necessário iremos à corte ordinária da Suíça e se necessário iremos a Estrasburgo", disse.

"Vamos continuar a defender os interesses do clube e vamos ver o que acontece", acrescentou.

Reportagem de Iain Rogers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below