Uefa vai discutir possível candidatura de Infantino à presidência da Fifa

segunda-feira, 26 de outubro de 2015 11:23 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - Os líderes da Uefa podem apoiar o secretário-geral da organização, Gianni Infantino, para concorrer à presidência da Fifa, disseram fontes próximas à Uefa nesta segunda-feira.

Membros do comitê executivo da Uefa devem discutir a candidatura de Infantino em uma teleconferência nesta segunda-feira, horas antes do prazo final para registro de candidaturas para a eleição de 26 de fevereiro, disseram as fontes à Reuters.

A Fifa está envolvida no pior escândalo de sua história após acusações contra diversos dirigentes de subornos, lavagem de dinheiro e fraude. Autoridades suíças também estão investigando a decisão de sediar as Copa dos Mundo de 2018 e 2022 na Rússia e Catar, respectivamente.

Caso Infantino concorra, ele iria se juntar aos seis outros candidatos na corrida eleitoral. O presidente da Uefa, Michel Platini, foi registrado, mas suas chances são pequenas. Ele foi suspenso por 90 dias, junto ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, aguardando investigação completa do Comitê de Ética da Fifa.

(Por Brian Homewood)

 
Secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino, durante evento em Praga.  30/06/2015    REUTERS/David W Cerny