Ex-presidente da CBF Marin será extraditado para os EUA, diz Justiça suíça

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 11:16 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O ex-presidente da CBF José Maria Marin concordou em ser extraditado para os Estados Unidos como parte de uma investigação sobre um escândalo de corrupção na Fifa, informou a Justiça Federal suíça nesta quarta-feira.

Marin foi preso em maio em Zurique como parte da investigação norte-americana, que levou a Fifa a uma profunda crise.

(Reportagem de Silke Koltrowitz e John Miller)