Platini diz a jornal suíco que ainda vê boas chances de comandar a Fifa

quinta-feira, 29 de outubro de 2015 09:34 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - Michel Platini ainda espera ser eleito presidente da Fifa, apesar de ter sido provisoriamente suspenso pelo comitê de ética da entidade em meio a investigações de corrupção no órgão que comanda o futebol mundial, disse ele ao jornal suíço Le Matin.

"As pessoas querem me impedir de disputar porque sabem que tenho todas as chances de ganhar", disse Platini em uma entrevista, segundo o Le Matin. O ex-jogador francês dirigia a Uefa antes da sua suspensão.

"Tenho a impressão de que não querem um ex-jogador dirigindo a Fifa, como se não quisessem devolver o futebol para os jogadores. Mas eu sou o único que tem uma visão do outro lado do futebol", disse ele, citando seu histórico como jogador, treinador da seleção francesa, organizador de uma Copa do Mundo e dirigente da Uefa.

"Sou, com toda a modéstia, o mais bem posicionado para dirigir o futebol mundial", acrescentou.

Platini poderá disputar a presidência da Fifa se ganhar um recurso contra sua suspensão de 90 dias, disse a entidade esta semana.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, que renunciou ao cargo, e Platini foram ambos suspensos este mês, mergulhando a Fifa em seu período mais turbulento, enquanto as autoridades nos Estados Unidos e Suíça prosseguem com as investigações de corrupção que levaram ao indiciamento de 14 pessoas, incluindo o ex-presidente da CBF José Maria Marin.

(Reportagem de Michael Shields)

 
Presidente da Uefa, Michel Platini, que está suspenso, durante evento em Monte Carlo.  28/08/2015    REUTERS/Eric Gaillard