Filho de ex-presidente da Iaaf e outros 3 são acusados de violações éticas

sexta-feira, 6 de novembro de 2015 18:32 BRST
 

(Reuters) - Um filho do ex-presidente da Iaaf Lamine Diack e três outras autoridades esportivas foram acusados de esconder violações de doping da atleta russa Liliya Shobukhova, disse o presidente da Comissão de Ética da Iaaf nesta sexta-feira.

Papa Massata Diack, ex-consultor da entidade que comanda o esporte, foi acusado de várias violações ao código de ética da Iaaf, afirmou Michael Beloff em comunicado.

Os outros acusados são Valentin Balakhnichev, ex-presidente da federação russa de atletismo e ex-tesoureiro da Iaaf; Alexei Melnikov, ex-treinador russo de longa distância, e Gabriel Dolle, ex-diretor do departamento antidoping da Iaaf.

Audiências relacionadas aos casos estão programadas para acontecer em Londres no mês que vem, acrescentou Beloff.