8 de Novembro de 2015 / às 17:13 / 2 anos atrás

Tenista Djokovic vence Masters de Paris mais uma vez

PARIS (Reuters) - A temporada já brilhante de Novak Djokovic ficou ainda melhor, neste domingo, quando o número 1 do mundo tornou-se o primeiro homem a vencer seis títulos de Masters no mesmo ano, ao bater o britânico Andy Murray, por 6/2 e 6/4, em Paris.

O sérvio ganhou três dos quatro títulos de Grand Slam - Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos - e já garantiu que terminará 2015 como o líder do ranking da ATP. Segue para o ATP Finals, entre 15 e 22 de novembro, em Londres, cheio de confiança, após ter vencido suas últimas 22 partidas.

"Estou obviamente muito orgulhoso e muito feliz por ter vencido esse título novamente. É um grande torneio e todos os melhores jogadores do mundo estavam aqui", disse Djokovic, ainda na quadra.

Djokovic, o primeiro homem a vencer quatro títulos do Masters de Paris, e também o primeiro com três em sequência, foi muito superior a Murray, o segundo cabeça de chave.

O escocês sofreu para achar a profundidade desde o começo, mandando vários golpes longos demais, e Djokovic quebrou de zero para abrir 2/1.

Murray tinha alguns truques na manga. Tentou misturar os golpes com bolas curtas, mas Djokovic estava muito equilibrado e rápido para roubar o serviço do adversário mais uma vez, aproveitando alguns erros do britânico.

Murray subiu de nível no segundo set, depois de perder o serviço no começo. Foi à rede para empatar em 2/2, e no sexto game, conseguiu ter 0/30 no saque de Djokovic.

Foi o mais próximo que Djokovic chegou de ser ameaçado, e o sérvio venceu a partida contra o campeão olímpico quebrando para fazer 4/3, quando Murray lançou uma direita muito longa.

Djokovic fechou a rápida final no primeiro match point quando Murray tentou uma devolução e mandou para fora.

Djokovic jogou a decisão de todos os Masters que disputou na temporada e venceu as primeiras três, em Indian Wells, Miami e Monte Carlo. Foi campeão também em Roma e Xangai.

Ele perdeu as finais de Cinicinnati e Montreal, onde foi derrotado por Murray. Não jogou o torneio de Madri.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below