Rússia fecha laboratório de Moscou após relatório de doping, diz autoridade

terça-feira, 10 de novembro de 2015 14:47 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - Um laboratório de Moscou usado para testes de doping parou de funcionar após ter sua credencial suspensa pela Agência Mundial Antidoping (Wada), disse nesta terça-feira o chefe da Agência Russa Antidoping, Nikita Kamaev.

Kamaev, respondendo a acusações de amplo uso de doping entre atletas russos, pediu a distinção entre o laboratório e a agência antidoping, que disse estar agindo "em plena conformidade com as exigências dos códigos da Wada".

Os comentários são os mais recentes em uma série de defesas por parte de autoridades russas, após um relatório encomendado pela Wada que alega o doping generalizado por atletas russos e acobertamento por parte de autoridades.

Kamaev disse que há questões sobre a credibilidade das fontes usadas no relatório, porque inclui pessoas ligadas ao esporte que falharam em exames de doping.

Ele também disse que a Rússia está no caminho para limpar o esporte, enfatizando a eficiente atividade da agência que comanda.

"Há problemas, mas... os fatos objetivos, baseados em estatísticas, mostram que a Agência Russa Antidoping... é bem efetiva", disse.

(Reportagem de Vladimir Soldatkin e Christian Lowe)

 
Chefe da agência antidoping da Rússia, Nikita Kamaev, em entrevista coletiva em Moscou. 10/11/2015 REUTERS/Maxim Shemetov