Ex-dirigente da Conmebol Figueredo concorda com extradição para Uruguai, diz Suíça

quarta-feira, 11 de novembro de 2015 12:21 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O ex-dirigente da Fifa e da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) Eugenio Figueredo concordou em ser extraditado para o Uruguai, seu país natal, embora a ação ainda tenha que ser aprovada pelos Estados Unidos, informou nesta quarta-feira a Justiça Federal da Suíça.

Caso os Estados Unidos não aprovem a extradição do ex-vice-presidente da Conmebol para o Uruguai, a Justiça suíça deverá decidir o lugar para onde Figueredo será enviado.

A Suíça aprovou em setembro a extradição de Figueredo aos Estados Unidos. O ex-dirigente é acusado de aceitar subornos de vários milhões de dólares em relação a direitos de transmissão de futebol a uma empresa de marketing esportivo nos Estados Unidos.

Figueredo apelou contra sua extradição aos Estados Unidos no Tribunal Penal Federal da Suíça.

Entre os indiciados também está o ex-presidente da CBF José Maria Marin, que foi extraditado da Suíça aos Estados Unidos no mês passado para enfrentar julgamento.

(Reportagem de John Miller)

 
Ex-dirigente da Conmebol Figueredo em Assunção. 30/04/2013 REUTERS/Jorge Adorno