Hamilton diz estar bem após febre e acidente de carro

quinta-feira, 12 de novembro de 2015 19:18 BRST
 

(Reuters) - O campeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton disse que está se sentindo bem para o Grande Prêmio do Brasil de domingo, depois de chegar atrasado a São Paulo, nesta quinta-feira, por causa de uma doença e um acidente de carro.

"Eu estou muito perto dos 100 por cento", disse o piloto da Mercedes a repórteres no circuito de Interlagos, às vésperas da penúltima corrida de um campeonato que ele já ganhou.

Hamilton revelou na noite de quarta-feira, via Instagram e após a equipe afirmar que ele estava com febre, que se envolveu em um acidente rodoviário em Mônaco na madrugada de terça-feira.

"Ninguém ficou ferido, o que é o mais importante", disse o britânico de 30 anos a seus fãs. "Mas o carro estava obviamente danificado e fiz contato muito leve com um veículo parado."

O tricampeão afirmou que sua vida foi muito agitada desde o GP do México, em 1º de novembro.

"Eu fui para o México na quarta-feira. Nós trabalhamos durante todo o dia na quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira, sábado, domingo, segunda, terça, quarta, e quinta-feira", disse ele.

"E então tive a festa do (60º aniversário) da minha mãe (em Londres) e isso me matou, aquela festa foi bastante incrível, mas eu realmente senti (os efeitos) no domingo e segunda-feira."

Hamilton disse que decidiu descansar em casa e deixar para viajar um dia depois do previsto, após consultar sua equipe e médico.

"Estou informando vocês porque sinto que todos nós devemos assumir a responsabilidade por nossas ações. Erros acontecem para todos nós, mas o que é importante é que podemos aprender com eles e crescer. Mal posso esperar para o fim de semana no Brasil."

(Reportagem de Ian Ransom e Alan Baldwin)

 
Piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, nesta quinta-feira. 12/11/2015 REUTERS/Paulo Whitaker