14 de Novembro de 2015 / às 20:04 / em 2 anos

McLaren finalmente vai ao pódio, mas só de brincadeira

SÃO PAULO (Reuters) - Os pilotos da McLaren, Fernando Alonso e Jenson Button, subiram no pódio pela primeira vez nesta temporada neste sábado --mas só de brincadeira, após mais um treino classificatório terrível no Grande Prêmio do Brasil.

Nenhum dos ex-campeões mundiais conseguiu avançar para a segunda das três etapas do treino de classificação em Interlagos, e o espanhol Alonso foi orientado a parar antes mesmo de ter completado uma volta.

“Sem potência”, disse ele ao rádio antes de estacionar seu carro na grama ao lado da pista.

Alonso passou boa parte da tarde de sexta-feira assistindo de trás das barreiras de proteção depois de uma falha semelhante durante o treino, e neste sábado se acomodou melhor.

Estirado em uma cadeira de praia dobrável, pés descansando sobre o capacete, ele piscou teatralmente para uma câmera de televisão e aproveitou o sol vespertino.

“Preciso estar um pouco mais preparado na próxima vez em Abu Dhabi (a última corrida da temporada, em duas semanas), levar o celular e o protetor solar ou algo assim”, disse ele à rede BBC. “Estava bem quente lá”.

Quando a sessão terminou, os dois colegas de equipe --que conquistaram seus títulos no Brasil com a Renault e a Brawn, respectivamente --atraíram uma ovação da plateia quando subiram sorrateiramente no pódio em nome dos velhos tempos.

“Passamos bem perto do pódio, Jenson e eu, e dissemos que não ficaremos mais assim tão perto (dele) este ano, e pelo menos tiramos uma foto”, contou o espanhol.

“Brincadeiras à parte, acho que está sendo um final de semana muito frustrante, com duas quebras de motor. Não participei da corrida no México, não participei da classificatória aqui...”

”Contanto que aprendamos com todos estes problemas que estamos tendo este ano, e não os repitamos mais no ano que vem, tudo bem, mas neste momento com certeza é duro”.

Alonso, um dos pilotos mais velozes e mais bem pagos da Fórmula 1, só marcou 11 pontos em 17 provas, e o primeiro ano da nova parceria da McLaren com a Honda resultou na pior temporada da história da equipe.

Button só fez cinco pontos a mais que seu colega, e ambos foram prejudicados pelas falhas de motor frequentes e pela falta de desempenho de motores que a Honda pode fazer pouco para aprimorar até o final da campanha.

As duas McLarens ficaram de fora da segunda fase de oito dos 18 treinos classificatórios.

O chefe da Honda na Fórmula 1, Yasuhisa Arai, afirmou após o treino que ainda não se sabe qual problema afeta o carro de Alonso.

“Estamos investigando. Talvez tenhamos que trocar o motor para a corrida amanhã”, afirmou.

Button afirmou que os problemas não mudam sua visão para o ano que vem.

“Sabíamos que esse seria um ano de testes. No ano que vem, sim, esperamos poder participar com mais confiabilidade dos equipamentos”, disse.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below