Rooney marca e garante vitória do Manchester United sobre o Liverpool

domingo, 17 de janeiro de 2016 15:24 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Em um dos raros momentos de brilho no jogo, Wayne Rooney marcou o gol da vitória do Manchester United por 1 x 0 sobre o Liverpool em um dérbi do noroeste inglês que foi, em grande parte, monótono neste domingo no estádio Anfield.

O capitão da seleção da Inglaterra e do Manchester United estava no lugar certo e na hora certa para emendar um belo chute sem pulo, indefensável para Simon Mignolet aos 33 minutos da segunda etapa, aproveitando rebote em cabeçada de Marouane Fellaini que acertara a trave.

Rooney agora marcou gols em quatro jogos consecutivos e chegou a 176 bolas na rede no Campeonato Inglês, mais do que qualquer outro atleta atuando apenas por um clube, superando a marca anterior que era de Thierry Henry com 175 gols pelo Arsenal.

Nascido em Liverpool e iniciado no futebol no Everton, Rooney afirmou que irá saborear bastante o gol marcado em Anfield, algo que ele não conseguia há muito tempo.

"Foi uma grande vitória para nós", disse ele à Sky Sports, "e assim dar prosseguimento ao nosso bom início de ano. Eu não sei nada sobre esse recorde, não é algo que me preocupe agora."

"Marcar o gol da vitória em Anfield... faz muito tempo desde meu primeiro ano no United, então eu serei um pouco egoísta e vou saborear esse momento ao máximo."

A vitória fez o United subir novamente da sexta para a quinta posição na tabela, dois pontos a menos que o quarto colocado Tottenham Hotspur, enquanto o Liverpool permanece em nono com 31 pontos.

Apesar da história dos dois times, que, juntos, conquistaram 38 títulos de Campeonato Inglês, o duelo deste domingo não teve a intensidade de batalhas épicas do passado.

Houve pouco para se destacar em um fraco primeiro tempo no qual o United não conseguiu criar boas chances para marcar, e o Liverpool, embora tenha testado o goleiro David de Gea, não representou nenhuma real ameaça à meta do time de Manchester.

A partida melhorou um pouco enquanto espetáculo após o intervalo, com De Gea fazendo duas importantes defesas em finalizações de Roberto Firmino e Emre Can para manter sua equipe no páreo antes que Rooney desse números finais ao clássico inglês.

(por Mike Collett)