Real não reforçará elenco antes de suspensão imposta pela Fifa, diz presidente

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 12:49 BRST
 

(Reuters) - O Real Madrid não reforçará seu elenco antes do início da suspensão do direito do clube de contratar jogadores imposta pela Fifa e que entra em vigor no final deste mês, disse o presidente do clube, Florentino Pérez, nesta quarta-feira.

O período de Pérez à frente do Real tem sido sinônimo de contratações de astros, mas o clube não poderá assinar com novos jogadores durante as duas próximas janelas de transferência por ter violado regras da Fifa sobre a contratação de atletas não-espanhóis com menos de 18 anos.

"Não contrataremos jogadores durante o mercado de inverno (local), mas isso não tem nada a ver com a punição. É porque temos os melhores jogadores e o melhor treinador", declarou Pérez à revista France Football.

Tanto o Real quanto seu vizinho de capital Atlético de Madri foram punidos no dia 14 de janeiro e estão apelando da decisão. Trata-se da mesma punição imposta ao Barcelona por um delito semelhante em 2014.

Zinedine Zidane substituiu Rafa Benítez como treinador do Real no início deste mês. O time está em terceiro lugar no Campeonato Espanhol com 44 pontos em 21 jogos, quatro pontos atrás do líder Barcelona.

(Por Tim Hanlon em Barcelona)

 
Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, faz declaração à imprensa no estádio Santiago Bernabeu. 04/01/2016 REUTERS/Juan Medina