Fifa corta financiamento de Conmebol e Concacaf por envolvimento em corrupção

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016 16:44 BRST
 

Por Simon Evans

MIAMI (Reuters) - A Fifa cortou o financiamento das federações de futebol das Américas envolvidas em corrupção, comunicou a entidade nesta segunda-feira, uma medida que pode causar problemas de caixa para as duas organizações no futuro.

As duas federações – Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf) e Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) – estão no cerne de um escândalo de corrupção que abalou o mundo futebolístico e levou ao indiciamento de 41 indivíduos e entidades nos Estados Unidos por uma série de delitos relacionados a essa prática criminosa.

    "Podemos confirmar que, diante dos procedimentos atuais envolvendo indivíduos relacionados à Conmebol e à Concacaf, a Fifa deixou as contribuições dirigidas a estas duas confederações em suspenso até segunda ordem", disse um porta-voz da Fifa.

    "Atualmente estamos estudando medidas adicionais a serem tomadas para aumentar o nível de clareza, o que pode permitir à Fifa liberar tais fundos novamente no futuro."

Uma fonte próxima da Concacaf disse que esta última não recebeu 10 milhões de dólares de pagamentos da Fifa, incluindo rendas esperadas da Copa do Mundo e montantes do Programa de Assistência Financeira da Fifa.

Em um comunicado, a Concacaf declarou ter cumprido todos os requisitos da Fifa para a entrega de documentos e informações "referentes aos novos processos de administração, conformidade e aquisições que foram implementados na confederação para fazer com que o assunto seja resolvido em um período adequado".

A Conmebol não estava disponível de imediato para comentar.

(Reportagem de Simon Evans e David Ingram)

 
Logo da Fifa na sede da entidade em Zurique.  17/12/2015. REUTERS/Ruben Sprich