Autoridades peruanas fumigam estádio de jogo do São Paulo para prevenir contágio do Zika

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016 09:51 BRST
 

LIMA (Reuters) - A disseminação do Zika vírus levou as autoridades peruanas a fumigar o estádio Mansiche antes da partida da Copa Libertadores entre o time peruano César Vallejo e o São Paulo, na noite de quarta-feira.

O médico do São Paulo foi indagado a respeito das condições de saúde de seus jogadores ao aterrissar no país andino no dia anterior ao jogo, que terminou empatado em 1 x 1.

Autoridades de toda a América Latina estão lutando contra a doença, que é propagada pelo mosquito Aedes aegypti, e vêm lançando campanhas para erradicar as larvas, que procriam em água parada.

O surto afeta pelo menos 25 países e territórios, a maioria na América Latina e no Caribe, e pode infectar até 4 milhões de pessoas nas Américas, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Peru registrou seu primeiro caso de Zika vírus na semana passada, e no Brasil há o registro de milhares de casos de doença.