Clubes chineses pagaram mais durante janela de transferência do que elite europeia, diz jornal

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016 10:11 BRST
 

(Reuters) - Os clubes de futebol da China pagaram mais por jogador do que qualquer outro país durante a janela de transferência de janeiro, de acordo com dados do sistema de transferências da Fifa visto pelo jornal inglês Times.

Uma série de transferências de jogadores de ponta para a Superliga chinesa também levou o país para a terceira colocação na tabela de gastos totais, atrás apenas das potências Inglaterra e Espanha.

Mas a China irá ultrapassar a Espanha e ficar com o segundo lugar depois que mais 30 transferências forem processadas pelo sistema da Fifa, incluindo a ida de Jackson Martínez do Atlético de Madri para o Guangzhou Evergrande por 42 milhões de euros, na quarta-feira.

Tirando o acordo de Martínez, os times da primeira divisão chinesa gastaram 33 milhões de libras em 10 jogadores durante a janela de transferência – os clubes ingleses gastaram 120 milhões de libras com 115 jogadores, e os times espanhóis investiram 42 milhões de libras em 104 atletas.

Na China, a janela de transferência só se encerra no dia 26 de fevereiro, por isso o nível de investimento de seus times provavelmente irá aumentar ainda mais.

(Por Simon Jennings, em Bangalore)