Atletas devem cogitar não ir ao Rio se temerem o Zika, diz Comitê Olímpico dos EUA

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016 14:42 BRST
 

Por Daniel Bases e Joshua Schneyer

NOVA YORK (Reuters) - O Comitê Olímpico dos Estados Unidos disse a federações esportivas de seu país que atletas e funcionários temerosos do Zika vírus deveriam cogitar não ir à Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 em agosto.

A mensagem foi comunicada durante uma teleconferência com autoridades do Comitê Olímpico norte-americano ((USOC, na sigla em inglês) e lideranças de federações de esporte no final de janeiro, de acordo com duas pessoas que participaram da conversa.

As federações foram informadas que ninguém deve ir ao Brasil "se não estiver disposto a isso. Ponto final", declarou Donald Anthony, presidente e líder do conselho da equipe norte-americana de esgrima.

O informe do comitê norte-americano às entidades esportivas é o sinal mais recente de que as autoridades olímpicas estão levando a sério a ameaça que o Zika representa para os Jogos do Rio e reconhecendo que pelo menos uma parte dos atletas e das equipes de apoio pode hesitar em comparecer ao evento.

Os EUA conquistaram a maioria das medalhas na Olimpíada de Londres de 2012, por isso qualquer desfalque em suas equipes faria diferença nos Jogos do Rio.

Autoridades de saúde internacionais suspeitam que o Zika vírus, que é transmitido por mosquito, tenha causado um aumento nos casos de microcefalia –uma má-formação craniana– no Brasil. Como resultado, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o Zika uma emergência de saúde pública mundial no dia 1º de fevereiro, e o Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês) está aconselhando gestantes e mulheres que pretendem engravidar a evitar viagens a locais com surtos de Zika.

Alan Ashley, chefe de desempenho esportivo do USOC, e outras autoridades da entidade informaram a dirigentes das federações, mas o primeiro não respondeu aos e-mails e ligações pedindo comentários.

Mark Jones, porta-voz do USOC, confirmou por e-mail que   Continuação...