Blatter diz que não apoiará nenhum candidato em eleição presidencial da Fifa

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 20:20 BRST
 

PARIS (Reuters) - Joseph Blatter disse que não vai apoiar nenhum dos cinco candidatos que concorrem para sucedê-lo como presidente da Fifa, embora quatro deles tenham falado com o dirigente sobre suas propostas.

A entidade que controla o futebol mundial, envolvida em um escândalo de corrupção que levou a acusações contra vários dirigentes nos Estados Unidos, vai escolher seu novo líder em 26 de fevereiro.

Blatter, reeleito no ano passado, foi suspenso por oito anos por violações de ética.

"Quatro dos cinco candidatos falaram comigo. Eu não posso tomar partido, isso não é possível", disse Blatter à rádio francesa RMC.

Ele afirmou que várias federações nacionais lhe questionaram em quem deveriam votar, mas ele disse para votar como quisessem.

O xeique Salman bin Ebrahim Al Khalifa e o secretário-geral da Uefa Gianni Infantino são os dois principais favoritos. Os outros candidatos são o príncipe da Jordânia Ali bin Al Hussein, o francês Jerome Champagne, e o ex-vice-secretário geral da Fifa e político Tokyo Sexwale.

(Reportagem de Geert De Clercq)

 
Presidente suspenso da Fifa, Joseph Blatter, durante entrevista coletiva em Zurique. 21/12/2015 REUTERS/Arnd Wiegmann