Barcelona analisa se libera Neymar para Rio-2016; técnico cita evento como "algo especial"

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016 17:26 BRST
 

BARCELONA (Reuters) - O Barcelona irá considerar o que é melhor para Neymar quando decidir se libera o brasileiro para disputar o torneio de futebol da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 – como fez com Lionel Messi em 2008, disse o técnico Luis Enrique nesta sexta-feira.

Neymar, destaque do time do Barça que busca sua segunda trinca consecutiva de títulos na atual temporada, avisou que quer ser um dos jogadores acima da idade com permissão de participar dos Jogos entre os dias 5 e 21 de agosto.

O atacante de 24 anos fez parte da seleção que perdeu a final da Olimpíada de Londres de 2012 para o México, perpetuando o jejum olímpico do Brasil.

"Ter os Jogos Olímpicos em seu próprio país é algo especial para qualquer esportista, não importa o esporte", afirmou Luis Enrique, que conquistou uma medalha de ouro com a seleção espanhola nos Jogos de Barcelona de 1992.

"'Ney' já tem um compromisso anterior", comentou ele a respeito da Copa América do Centenário, em junho, nos Estados Unidos, na qual Neymar deverá ser o capitão do Brasil.

"Teremos que ver como administramos a situação para que as exigências sobre ele não sejam excessivas, sempre colocando (o bem-estar do) jogador em primeiro lugar", afirmou Luis Enrique em uma coletiva de imprensa.

A Olimpíada acontece bem perto do início da temporada de futebol na Espanha – a atual campanha começou em 22 de agosto –  e, caso atue nos Jogos, Neymar perderá boa parte da pré-temporada do Barcelona.

Luis Enrique acrescentou ser o mesmo caso de Rafinha, meio-campista reserva de 23 anos do Barça.

Em setembro, a Fifa confirmou que os times não têm obrigação de liberar seus atletas para o torneio olímpico.   Continuação...

 
Neymar comemora gol do Barcelona contra Celta Vigo.  14/2/16.  REUTERS/Albert Gea