Treinador de Justin Gatlin abandona comando de equipe de revezamento dos EUA para a Rio 2016

terça-feira, 1 de março de 2016 11:42 BRT
 

Por Gene Cherry

(Reuters) - O treinador do velocista norte-americano Justin Gatlin abandonou o cargo de técnico das equipes de revezamento dos Estados Unidos a poucos meses da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 devido a uma mudança nos critérios da delegação de atletismo norte-americana.

Dennis Mitchell, que sofreu uma punição por doping em 1999, disse à Reuters na segunda-feira que descobriu não se enquadrar nas novas diretrizes para os treinadores das equipes de revezamento de seu país e decidiu renunciar.

A mudança proíbe que técnicos de prováveis candidatos às provas de revezamento treinem equipes da modalidade. O medalhista Gatlin deve liderar a equipe de revezamento 4x100 metros dos EUA no Rio.

A Divisão de Alto Desempenho do Comitê Executivo da equipe de atletismo norte-americana fez a alteração atendendo pedidos do Comitê Consultivo de Atletas, disse a porta-voz Jill Geer.

"Eles acrescentaram uma cláusula, que pretende minimizar conflitos em potencial ou vistos como tais, que proíbe que um indivíduo treine as equipes de revezamento se ele ou ela treinar um atleta que tem grande probabilidade de ser parte dos possíveis convocados para as equipes de revezamento", disse Jill por e-mail à Reuters.

"Devido a esta nova cláusula, Dennis Mitchell renunciou a seu cargo".

(Por Gene Cherry)

 
Justin Gatlin após terminar em 2º na final dos 200m no Mundial de Atletismo de Pequim. 27/08/2015 REUTERS/Lucy Nicholson