Após suspensão, Rússia continua violando leis antidoping, diz mídia alemã

domingo, 6 de março de 2016 18:09 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia continua violando as leis antidoping apesar da suspensão de seus atletas das competições internacionais de atletismo e das providências da IAAF, o órgão mundial de atletismo, para erradicar as fraudes no esporte, afirmou a rede de comunicações alemã ARD neste domingo.

De acordo com a TV alemã, treinadores suspensos após o maior e mais grave escândalo de corrupção e doping a atingir a IAAF continuam trabalhando no esporte, enquanto outros continuaram providenciando substâncias proibidas aos seus atletas.

Vladimir Kazarin, um dos treinadores suspensos que aparecem na reportagem da ARD, descreveu as acusações em entrevista pelo telefone à Reuters como "um lixo completo". Ele disse que a intenção do Ocidente é assegurar que a superpotência olímpica Rússia não participe nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que começam em agosto.

A Rússia foi suspensa do atletismo em novembro depois que uma comissão especial da WADA, a Agência Mundial Antidoping, expôs um esquema de fraudes e corrupção no esporte. O país só poderá competir no Rio se convencer os investigadores que atenderá aos padrões previamente definidos pela entidade.

(Por Karolos Grohmann e Dmitry Rogovistkiy)