Sharapova diz ter testado positivo em exame antidoping no Aberto da Austrália

segunda-feira, 7 de março de 2016 17:59 BRT
 

Por Mark Lamport-Stokes

LOS ANGELES (Reuters) - A ex-tenista número um do mundo Maria Sharapova anunciou nesta segunda-feira que recentemente recebeu uma carta afirmando que ela testou positivo em um exame antidoping durante o Aberto da Austrália para uma substância que vinha tomando nos últimos 10 anos por questões de saúde.

A tenista russa de 28 anos, cinco vezes campeã de torneios, testou positivo para meldonium, que é usada para tratar diabetes e deficiência de magnésio e se tornou uma substância proibida somente a partir de 1º de janeiro deste ano.

"Cometi um grande erro. Desapontei meus fãs e o esporte. Jogo desde os quatro anos um esporte que eu amo profundamente", disse Sharapova em entrevista coletiva em Los Angeles.

"Sei que com isso eu enfrentarei consequências e não quero encerrar a minha carreira desta forma. Realmente espero receber outra chance para jogar este esporte."

Sharapova, que tem sofrido com uma série de lesões nos últimos anos, não compete desde que perdeu para Serena Williams nas quartas de final do Aberto da Austrália em janeiro.

"A primeira vez que eu tomei a substância foi em 2006. Tive vários problemas de saúde naquela época", disse Sharapova em entrevista coletiva em Los Angeles.

"Eu ficava doente frequentemente... e eu tinha deficiência de magnésio e um histórico familiar de diabetes, e havia sinais e diabetes. Esse é um dos medicamentos, juntamente com outros, que eu recebi."

 
Maria Sharapova em declaração à imprensa em Los Angeles.  7/3/2016.  Reuters/Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports