Ministro das Cidades admite preocupação com metrô do Rio, mas confia em conclusão da obra para Olimpíada

segunda-feira, 7 de março de 2016 21:34 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Apesar da preocupação com o prazo apertado para a conclusão da obra de expansão do metrô do Rio de Janeiro, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, afirmou nesta segunda-feira que está confiante que tudo ficará pronto até os Jogos Olímpicos, em agosto.

“É evidente que existe preocupação (com a obra). Mas a dedicação é muito grande e a confiança que ficará pronta no prazo”, disse o ministro em visita à obra.

“O governante que não tem preocupação com uma obra desse porte é porque não tem responsabilidade pública”, acrescentou.

A cerca de 5 meses para o evento, ainda falta uma parcela importante de recursos para finalizar a obra. De acordo com o governo do Estado, responsável pela expansão da linha 4 que irá levar o metrô até a Barra da Tijuca, coração dos Jogos de 2016, 90 por cento da obra está concluída.

Na semana passada, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou um empréstimo de mais de 400 milhões de reais para a obra, e cerca de metade foi liberado. No entanto, ainda são necessários outros 1 bilhão de reais para fechar o financiamento do metrô carioca.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, levantou dúvidas sobre a obra ao enviar, no mês passado, um email ao Comitê Olímpico Internacional (COI) alertando sobre o risco de atraso e que já se preparava para um plano B.

Fontes do governo do Estado e da prefeitura interpretaram que o vazamento do email foi uma manobra política de Paes para enfraquecer o deputado estadual Carlos Roberto Osorio, que deixou o cargo de secretário estadual de Transportes para trocar o PMDB, de Paes e do governador Luiz Fernando Pezão, pelo PSDB, pelo qual pode concorrer à prefeitura na eleição deste ano. Paes tenta fazer como seu sucessor o secretário de governo Pedro Paulo.

Nesta segunda-feira, o novo secretário de Transportes do Estado, Rodrigo Vieira, afirmou que testes nos sistemas do metrô serão feitos em maio e a interligação entre zona sul e Barra da Tijuca começa a ser testada em caráter experimental em junho.

“Em julho vai começar um operação assistida (da linha 4) com ampliação progressiva dos horários”, disse ele a jornalistas.   Continuação...