Federação de futebol da França é alvo de buscas em investigação sobre Blatter

quarta-feira, 9 de março de 2016 09:57 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - Autoridades realizaram uma operação de busca e apreensão na sede da Federação de Futebol da França e levaram documentos como parte de uma investigação da Suíça sobre o ex-presidente da Fifa Joseph Blatter, informou o procuradoria-geral suíça nesta quarta-feira.

A operação, realizada no dia anterior, está ligada a um pagamento de 2 milhões de francos suíços (2 milhões de dólares) ao ex-presidente da Uefa, Michel Platini, que está no cerne dos procedimentos contra Blatter, disse o Escritório da Procuradoria-Geral da Suíça.

O ex-dirigente, de 79 anos, disse ter ficado surpreso com a busca realizada por membros do escritório da procuradoria-geral de assuntos financeiros da França.

"O pagamento ao senhor Platini foi feito pela Fifa para uma conta particular, e não através da Federação de Futebol da França ou da Uefa", acrescentou Blatter em um comunicado divulgado por seu conselheiro.

Em setembro passado os promotores suíços, que solicitaram a operação em Paris, afirmaram terem iniciado uma investigação criminal sobre Blatter pela suspeita de má-administração criminosa e malversação, alegações que ele repudiou.

Blatter e Platini foram afastados do futebol por seis anos em decorrência do pagamento de 2011 da Fifa, assolada por escândalos de corrupção, ao francês, referente a trabalhos realizados um década antes e aprovado por  

Blatter. Ambos negam qualquer delito.

"Foram apreendidos documentos ligados ao suposto pagamento de dois milhões de francos suíços que é, inter alia (entre outras coisas, em latim), o objeto dos procedimentos", disse o procurador-geral suíço em um comunicado.

 
Ex-presidente da Fifa Joseph Blatter.   22/08/2015    REUTERS/Denis Balibouse