Agência antidoping diz ter registrado 99 testes positivos para meldonium

sexta-feira, 11 de março de 2016 18:24 BRT
 

(Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) afirmou nesta sexta-feira que registrou 99 testes positivos para a droga recentemente proibida envolvida no caso da tenista cinco vezes campeã de torneios Grand Slam Maria Sharapova.

A Wada não deu os nomes dos atletas que testaram positivo para meldonium, droga que tem sido associada a melhorias na performance atlética, mas disse que eles são de diferentes esportes e tiveram os casos apresentados por muitas organizações nacionais antidoping.

"Nós podemos confirmar que desde 1° de janeiro de 2016, quando a substância meldonium se tornou proibida, houve 99 achados analíticos adversos para meldonium registrados”, disse Ben Nichols, porta-voz da Wada, em e-mail para a Reuters.

“Esses casos foram analisados por diferentes laboratórios creditados pela Wada e relatados por diferentes organizações nacionais antidoping e federações esportivas internacionais.”

A droga meldonium, que é fabricada para pessoas com problemas de coração, foi adicionada à lista de substâncias proibidas da Wada em 1° de janeiro. Ela pode aumentar a capacidade física.

A tenista russa Sharapova chocou o mundo do esporte no início desta semana quando disse que havia testado positivo para meldonium no Aberto da Austrália em janeiro, uma substância que ela admitiu tomar desde 2006.

(Reportagem de Frank Pingue em Toronto)