Fifa diz que membros de comitê executivo venderam votos em escolha de sede da Copa

quarta-feira, 16 de março de 2016 10:37 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa informou nesta quarta-feira que membros do seu comitê executivo venderam no passado seus votos em candidaturas para sedes da Copa do Mundo, incluindo para o torneio realizado na África do Sul, em 2010.

"Está claro que diversos membros do Comitê Executivo da Fifa abusaram de suas posições e venderam seus votos em diversas ocasiões", disse a entidade máxima do futebol mundial em documento entregue a um tribunal norte-americano.

Segundo o documento, os ex-membros do Comitê Executivo Chuck Blazer, Jack Warner e outros indivíduos arquiteraram uma propina de 10 milhões de dólares em troca de votos do comitê para a realização da Copa do Mundo de 2010, que acabou sendo realizada na África do Sul.

(Por Brian Homewood)

 
Taça da Copa do Mundo vista durante evento na Rússia.    16/03/2016        REUTERS/Stringer/Files