Autoridades da natação prometem investigar acusações de doping contra Rússia

quarta-feira, 23 de março de 2016 17:56 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A Federação Internacional de Natação (Fina) prometeu nesta quarta-feira investigar “como um assunto da máxima urgência” novas acusações de doping russo, se elas estiverem fundamentadas em evidências.

O jornal The Times relatou que a Rússia havia adotado por anos doping sistemático na natação e encoberto resultados de testes.

A federação russa do esporte rejeitou as alegações, que se dão quando o país está em meio a um escândalo de doping no atletismo que pode impedir que a equipe russa da modalidade participe dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em agosto.

A Fina afirmou num comunicado que havia visto as acusações do Times e que estava ciente de que mais poderiam ser feitas nos próximos dias.

"Nós pedimos ao Times para compartilhar conosco as informações que eles possam ter que poderiam nos ajudar com o nosso objetivo principal de proteger os atletas limpos na natação”, declarou o comunicado.

"Quaisquer novas alegações de doping no nosso esporte, que são fundamentadas em evidências e que não foram ainda examinadas, serão investigadas como um assunto da máxima urgência, porque nós temos tolerância absolutamente zero com o uso de substâncias para melhorar o desempenho na natação.”

(Por Dmitriy Rogovitskiy)