Campeão russo de marcha atlética perde ouro olímpico de 2012 por doping

quinta-feira, 24 de março de 2016 12:40 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O russo Sergey Kirdyapkin perderá a medalha de ouro que conquistou na prova de marcha atlética de 50 quilômetros na Olimpíada de Londres 2012, depois que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) acatou um recurso da Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) contra a agência antidoping da Rússia (Rusada).

Outros dois atletas russos também devem perder suas medalhas de Londres. A Iaaf apelou em seis casos nos quais disse que a Rusada foi "seletiva" na anulação de resultados anteriores dos atletas depois de eles serem afastados do esporte por irregularidades em seus passaportes biológicos.

A CAS manteve todas as seis apelações, que incluíram as de Yuliya Zaripova, campeã de corrida de obstáculos de 3 mil metros em Londres, as dos ex-campeões olímpicos de marcha atlética Valery Borchin e Olga Kaniskina, a de Sergei Bakulin, campeão mundial de 2011 e a de Vladimir Kanaykin, medalhista de prata.

Olga Kaniskina também deve perder sua medalha de prata de marcha atlética de 20 quilômetros em Londres depois da desclassificação de seus resultados de 2009 a outubro de 2012, e o período de desclassificação de Yuliya Zaripova também irá incluir sua conquista do ouro nos jogos londrinos.

Todos os seis atletas receberam punições da Rusada que vão de dois anos a vitalícia.

A Iaaf, entretanto, apelou das punições ao CAS em março do ano passado, afirmando ter discordado da desclassificação "seletiva" de resultados que permitem que os atletas preservem seus títulos.