Doação de chuteiras de Messi provoca reação raivosa no Egito

quarta-feira, 30 de março de 2016 15:00 BRT
 

CAIRO (Reuters) - O atacante argentino Lionel Messi se envolveu inadvertidamente em uma polêmica no Egito depois que um político local e um dirigente de futebol reagiram com revolta por ele ter doado um par de chuteiras para arrecadar dinheiro para caridade.

O canal de televisão MBC Masr transmitiu uma entrevista com o jogador do Barcelona no programa "Yes I am Famous" (Sim, Eu Sou Famoso) no sábado, mas o anúncio de que o capitão da Argentina iria leiloar suas chuteiras provocou uma reação inesperada.

Em seu talk show, o parlamentar e apresentador Said Hasasin tirou os sapatos e disse que irá doá-los aos pobres da Argentina.

"Você quer vender os calçados de quem, Messi? Quanto você acha que irá conseguir? Você não sabe que a unha de um bebê egípcio vale mais do que suas chuteiras? Fique com suas chuteiras ou as venda a Israel", disse.

"Messi, nós, egípcios, somos 90 milhões de pessoas, temos orgulho, temos calçados".

"Não comemos com o dinheiro dos calçados de outras pessoas. Eu teria entendido se ele doasse seu uniforme do Barcelona aos egípcios, é aceitável. Mas só as chuteiras? É humilhante para todos os egípcios, e não aceito esta humilhação. Os egípcios podem não ter o que comer, mas têm orgulho".

 
Lionel Messi em partida da seleção argentina contra a Bolívia nas eliminatória da Copa do Mundo. 29/03/2016 REUTERS/Enrique Marcarian