Mexicanos virão para Olimpíada com epidemiologistas devido ao Zika

quarta-feira, 30 de março de 2016 19:15 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A delegação mexicana para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro será acompanhada por médicos especialistas em epidemiologia para cuidar dos atletas antes, durante e depois do evento, por conta do surto do Zika vírus.

O Brasil é o país mais afetado pelo vírus, que tem se espalhado rapidamente pelo resto do continente.

"Estamos enviando dois médicos especialistas em epidemiologia que têm trabalhado com a delegação mexicana”, disse o Cuitláhuac Ruíz, diretor-geral de epidemiologia do Ministério da Saúde.

“Nunca tivemos a oportunidade de acompanhar uma delegação esportiva mexicana, e para nós é uma honra e um desafio, porque vamos estabelecer um precedente. Vamos mostrar que a saúde pública é útil nas delegações de esportistas de alto rendimento”, acrescentou.

Os Jogos do Rio, que ocorrerão entre 5 e 21 de agosto, são os primeiros na América do Sul.

O vírus Zika, que há pouco tempo era considerado relativamente inofensivo, tem provocado preocupações por causa de uma possível relação entre a infecção durante a gravidez e casos de microcefalia, a má-formação cerebral em recém-nascidos.

(Reportagem de Carlos Calvo Pacheco)

 
Mosquitos Aedes aegypti, transmissor do Zika vírus, em laboratório de San Juan. 6/3/2016.  REUTERS/Alvin Baez