Real Madrid goleia o Eibar em 40 minutos e ganha moral para enfrentar o Wolfsburg

sábado, 9 de abril de 2016 13:42 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Real Madrid goleou o Eibar (4 x 0) na rodada deste sábado e se recuperou da surpreendente derrota para o Wolfsburg, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, na última quarta-feira, na Alemanha. 

O técnico do time, Zinedine Zidane, optou por realizar várias mudanças na equipe titular e deu oportunidade a jogadores questionados depois das últimas partidas, como James Rodrígues, Isco e Jesé.

Foi o colombiano James quem abriu o placar com uma cobrança de falta aos 5 minutos. O meio-campista tornou-se alvo da imprensa esportiva pelo seu baixo rendimento nas últimas semanas, que o relegou a um papel secundário. 

A partir desse momento, a partida foi de mal a pior para o time basco e sua fragilidade no meio-campo traduziu-se em uma sucessão de contra-ataques perigoso que facilitaram os gols de Lucas Vázques, aos 18, com passe de Cristiano Ronaldo, e do próprio português, um minuto depois, com assistência de Jesé. 

O atacante canário fechou o ótimo primeiro tempo do Real Madrid, aos 39, finalizando uma grande trama ofensiva do setor ofensivo da equipe branca.

A segunda etapa teve uma dinâmica diferente, com mais equilíbrio na posse de bola e jogadas de ataque para as duas equipes, mas Real Madrid e Eibar não mexeram no placar. 

A goleada serve de incentivo para os jogadores às vésperas do encontro de terça-feira pela Liga dos Campeões, em que precisarão recuperar-se de uma desvantagem de dois gols para o clube alemão e que Zidane descreveu como "a partida mais importante da temporada".

"Restam 90 minutos, e diante dos nossos torcedores, queremos nos recuperar", disse, depois da partida, o lateral Daniel Carvajal, que assegurou que contra o Wolfsburg o time "jogará a vida e passará por cima do rival".

Com essa vitória cômoda, o Real Madrid está temporariamente em segundo lugar na classificação do Campeonato Espanhol com 72 pontos, pressionando Atlético de Madrid e Barcelona nessa reta final de temporada. 

(Por Victor Tuda)