Napoli bate o Verona mesmo sem o artilheiro Higuaín

domingo, 10 de abril de 2016 14:22 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Segundo colocado no Campeonato Italiano, o Napoli superou confortavelmente a ausência de seu principal artilheiro, Gonzalo Higuaín, e venceu o lanterna Verona por 3 x 0 neste domingo.

Agora seis pontos atrás da Juventus, que venceu o Milan por 2 x 1 no sábado, restando seis partidas para o fim do torneio, o Napoli continua a ser considerado um improvável candidato ao título, que seria seu primeiro desde 1990. 

Higuaín, que com 30 gols marcados tem liderado a perseguição do Napoli ao líder, vai ficar de fora das próximas três partidas, em cumprimento a uma suspensão após sua reação furiosa em seguida a uma expulsão durante a derrota de 3 x 1 para a Udinese, na semana passada.

A Fiorentina continuou a ficar para trás com a derrota para o Empoli, seus vizinhos da Toscana, pela primeira vez desde 1997, o que os deixou na quinta colocação.

A Juventus soma 76 pontos em 32 jogos, tendo atrás de si o Napoli com 70, o Roma com 63, a Inter de Milão com 58 e a Fiorentina com 56.

O Napoli acertou duas bolas na trave e teve um gol anulado antes de Manolo Gabbiandini colocar o time na liderança com um gol de cabeça aos 33 minutos. Foi o quinto gol do atacante italiano em apenas sete atuações como titular nesta temporada. Poucos momentos antes, o goleiro do Verona, Pierluigi Gollini, havia defendido um chute de José Callejon.

O jogo foi decidido ainda no primeiro tempo, quando Samuel Souprayen derrubou Callejon na grande área e foi expulso. Lorenzo Insigne converteu o pênalti para o Napoli.

Callejon foi recompensado por seus esforços aos 25 minutos da segunda etapa, quando marcou o terceiro do Napoli com um chute de curta distância.

A Fiorentina, que está a uma posição da briga por uma vaga na Liga dos Campeões, deu continuidade à queda livre em seu desempenho ao perder por 2 x 0 para o Empoli. Manuel Pucciarelli e Piotr Zielinski marcaram um gol no final de cada tempo para o time da casa.

A equipe de Paulo Sousa perdeu quatro e empatou duas nas últimas seis rodadas do campeonato.

O Sampdoria, por sua vez, conseguiu se afastar mais da zona de rebaixamento, vencendo o Udinese por 2 x 0, enquanto o Torino derrotou o Atalanta por 2 x 1.