Neymar vira alvo de questionamentos em momento de crise no Barcelona

quarta-feira, 20 de abril de 2016 11:45 BRT
 

Por Richard Martin

BARCELONA (Reuters) - A recente queda de rendimento de Neymar está atraindo grande atenção da mídia espanhola, no momento em que a antes promissora temporada do Barcelona ameaça desmoronar na esteira de uma série de derrotas.

O brasileiro não marca um gol há cinco jogos e está sendo considerado um dos motivos dos problemas do Barça, depois que três derrotas consecutivas do time no Campeonato Espanhol deixaram a equipe empatada com o Atlético de Madri, que já eliminou o time catalão na Liga dos Campeões.

Nesta semana o jornal catalão La Vanguardia se concentrou no comportamento de Neymar fora dos campos, em especial em "suas viagens para fora, festas em momentos impróprios e compromissos comerciais". O jogador de 24 anos viajou ao Brasil em março para a comemoração do aniversário da irmã.

Na terça-feira, o programa de televisão "El Dia Después" mostrou Neymar discutindo com Jordi Ala durante a derrota de domingo em casa para o Valência porque o lateral não lhe passou uma bola. Filmagens mostram Neymar aparentemente xingando o companheiro de equipe.

O Barcelona enfrenta o Deportivo La Coruña nesta quarta-feira com a esperança de voltar à corrida pelo título espanhol, e a capa do jornal Mundo Deportivo foi dedicada a Neymar, exibido entre Lionel Messi e Luis Suárez abaixo da legenda "Isso não pode continuar".

O foco em Neymar coincide com a incerteza sobre seu futuro no Barcelona. O brasileiro está negociando um novo contrato, embora reportagens de jornais afirmem que Manchester United e Paris Saint Germain estão tentando atraí-lo.

O vice-presidente do Barça, Jordi Mestre, negou que o clube tenha qualquer intenção de vender Neymar, que ficou em terceiro lugar na eleição do Jogador do Ano da Fifa em janeiro, atrás de Messi e Cristiano Ronaldo.

"Estamos encantados com Neymar e ele não está à venda. Isso nem passou pelas nossas cabeças", garantiu Mestre à Barça TV na terça-feira. "Estamos absolutamente satisfeitos com suas atuações e seu comportamento".

Outro pomo da discórdia entre o Barcelona e Neymar é o desejo do jogador de disputar pela seleção brasileira a Copa América Centenário em junho e a Olimpíada do Rio de Janeiro em agosto. Mestre deixou claro que o time quer que o jogador só participe de um dos torneios.

 
Neymar durante partida do Barcelona contra o Valencia no Camp Nou. 17/04/2016  REUTERS/Albert Gea