Começa contagem regressiva para Rio 2016 com acendimento da tocha na Grécia

quinta-feira, 21 de abril de 2016 09:21 BRT
 

Por Karolos Grohmann e Karolina Tagaris

OLÍMPIA, Grécia (Reuters) - A contagem regressiva oficial para as Olimpíadas do Rio de Janeiro deste ano começou nesta quinta-feira, quando a tocha foi acesa no local dos Jogos antigos e com os organizadores esperando que o evento desvie a atenção do Brasil hoje concentrada nas turbulências políticas e econômicas.

Em um dia de primavera glorioso com o sol quente acima do antigo estádio em Olímpia, uma atriz que representou uma alta sacerdotisa acendeu a tocha, utilizando um espelho parabólico.

O ginasta grego campeão do mundo Lefteris Petrounias começou o revezamento depois de receber a chama. O jogador brasileiro de vôlei Giovane Gávio, bicampeão olímpico, foi o segundo.

Um refugiado também iria carregar a tocha durante a etapa grega do revezamento antes de organizadores brasileiros receberem a tocha no estádio Panathenian em 27 de abril, em Atenas, local dos primeiros Jogos Olímpicos modernos em 1896.

A tocha vai começar a circular no Brasil em 3 de maio, em Brasília. O símbolo dos Jogos vai passar por 300 cidades e vilas em 26 Estados brasileiros, chegando ao Rio no dia da cerimônia de abertura.

Os preparativos para os primeiros Jogos na América do Sul, que vão de 5 a 21 de agosto, têm sido atormentados por problemas e uma escassez de dinheiro para os organizadores, com o Brasil caminhando para registrar sua pior recessão em um século entre 2015 e 2016.

"(A tocha acesa) traz uma mensagem que pode e vai unir o nosso querido Brasil", disse o presidente do COmitê Organizador da Rio 2016, Carlos Nuzman, em seu discurso.

A presidente Dilma Rousseff, que cancelou sua viagem a antiga Olímpia, enfrenta um processo de impeachment no Congresso, acusada de crime de responsabilidade, e procuradores estão investigando se houve corrupção em projetos olímpicos.

Perguntado se os organizadores estavam preocupados com uma possível mudança de governo, Nuzman disse à Reuters: "Eu não sou político e eu não sei. Sabemos o que precisávamos fazer (para os Jogos), e vamos fazer (isso)".

 
Tocha olímpica é acesa na Grécia. 21/04/2016. REUTERS/Yannis Behrakis TPX IMAGES OF THE DAY