Vagas da equipe de atletismo da Rússia na Rio 2016 serão decididas em junho, diz associação

quinta-feira, 21 de abril de 2016 15:15 BRT
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - A delegação de atletismo da Rússia terá um período maior do que o esperado para provar que fez progressos suficientes na reforma de sua operação antidoping para ser aceita de volta à modalidade a tempo de participar da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016.

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que a próxima reunião de seu Conselho, na qual a situação russa será debatida e quase certamente decidida, acontecerá em Viena em 17 de junho. Após o último encontro do Conselho, em março, o presidente da IAAF, Sebastian Coe, disse que esperava uma decisão para maio.

A Rússia, que só ficou atrás dos Estados Unidos no quadro de medalhas de atletismo nos Jogos de Londres de 2012, foi proibida de participar de todas as competições do esporte depois que uma comissão independente da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) revelou a prática generalizada de doping de seus atletas com patrocínio estatal.

Agora, o país tem que convencer a IAAF de que adotou medidas que mostrem melhorias em sua operação antidoping e uma "mudança de cultura".

O secretário-geral da federação de atletismo russa, Mikhail Butov, disse à Reuters nesta quinta-feira: "Estávamos contando com isso, agora continuaremos a trabalhar junto com o grupo de trabalho da IAAF".

"Haverá outra reunião dentro de dois dias. Muito trabalho já foi feito, mas ainda temos muita coisa pela frente. É claro que esperamos que haja uma decisão positiva".

No mês passado, o norueguês Rune Andersen, que chefia a força-tarefa internacional de cinco membros que analisa as reformas da Rússia desde sua suspensão em novembro, disse ter havido um "progresso significativo", incluindo a mudança de seu presidente e conselho e o desenvolvimento de programas educacionais antidoping.

"Entretanto, a visão da força-tarefa é que ainda há um trabalho significativo a ser feito para satisfazer as condições de reintegração... Ainda precisamos entrevistar atletas e treinadores mencionados no relatório da comissão da Wada para entender o alcance e a natureza das atividades prévias de doping", afirmou Anderson em março.

As competições de atletismo da Rio 2016 começam em 12 de agosto, mas as inscrições precisam ser finalizadas cerca de um mês antes, o que deixa pouco tempo para a grande maioria dos atletas que ainda precisam registrar tempos de competição de padrão olímpico.