Pessimismo com Olimpíadas do Rio é equivocado, diz capitão de pólo aquático dos EUA

quinta-feira, 21 de abril de 2016 20:43 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O pessimismo sobre o êxito das Olimpíadas do Rio de Janeiro é equivocado, disse capitão da equipe norte-americana de pólo aquático, Tony Azevedo, que está confiante de que os brasileiros mais uma vez vão provar que têm poucos concorrentes quando se trata de sediar uma festa.

Os céticos têm questionado a capacidade de o Brasil em completar a construção de todos os locais a tempo de hospedar o maior evento de esporte global, dada a pior crise política e econômica em décadas no país e a corrupção profundamente enraizada.

O carioca Azevedo, porém, que foi jogar profissionalmente em São Paulo na equipe de pólo aquático SESI, acredita que os Jogos Olímpicos de 2016 vão florescer da mesma maneira como a Copa do Mundo de 2014 de futebol organizado pelo Brasil.

"Uma das grandes coisas sobre os brasileiros é que eles realmente amam jogar uma boa partida", disse Azevedo, em uma teleconferência do Comitê Olímpico dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

"Eu estava lá para a Copa do Mundo (de futebol) e houve muita especulação sobre como possivelmente isso seria um fracasso. Todos os estádios estavam tendo problemas, mas as pessoas acabaram realmente amando a Copa do Mundo."

Azevedo estará representando os EUA em seu quinto Jogos Olímpicos, e ele recorda vividamente a desgraça e melancolia sobre infraestrutura, transporte e alojamento dos atletas durante a preparação para os Jogos de Atenas 2004.

(Reportagem de Mark Lamport-Stokes em Los Angeles)