Com dois de Ulloa, Leicester goleia e fica perto do título do Campeonato Inglês

domingo, 24 de abril de 2016 16:09 BRT
 

(Reuters) - O Leicester City ficou a uma pequena distância de levantar seu inacreditável primeiro título do Campeonato Inglês depois que dois gols de Leonardo Ulloa ajudaram o time a golear o Swansea City por 4 x 0 em um delirante King Power Stadium neste domingo.

O sonho das Raposas de concluir a surreal jornada rumo ao título inglês, no qual ninguém acreditava no início da temporada, começou a ficar tentadoramente real quando, aos 10 minutos, Riyad Mahrez aproveitou falha de Ashley Williams para marcar seu 17º gol na temporada.

Mais tarde, Ulloa, substituindo o artilheiro do Leicester Jamie Vardy, suspenso, assumiu o protagonismo. Ele fez, de cabeça, o segundo gol e marcou o terceiro aos 15 da segunda etapa, enquanto as Raposas completavam seu show em campo e a torcida cantava: "Vocês estão assistindo, Tottenham?".

Ao torcedor do Tottenham que estava diante da televisão só restou lamentar quando o reserva Marc Albrighton entrou e fez o quarto gol nos acréscimos, confirmando a vantagem de oito pontos do líder sobre o time londrino, vice-líder.

Caso o Tottenham perca em casa para o West Bromwich na segunda-feira, o Leicester, que precisa somar cinco pontos nos três jogos restantes para levantar a taça, pode até ser matematicamente o campeão se vencer o Manchester United no próximo domingo.

"Eu disse a eles que temos um sonho e que agora temos que lutar para fazer esse sonho se tornar realidade", disse o treinador do Leicester, Claudio Ranieri.

Em uma partida nervosa, pela primeira vez em 45 jogos atuando sem seu talismã, Jamie Vardy, o Leicester precisava de um golpe fatal logo no início, e poucos imaginaram que o capitão do Swansea, Williams, entregaria um gol de bandeja.

Sem ser pressionado em sua área de defesa, o zagueiro afastou uma bola que bateu em Mahrez e, embora haja suspeita de que ela bateu no braço do argelino, sobrou para ele, que finalizou brilhantemente, cortando para o pé esquerdo e arrematando no contrapé de Lukasz Fabianski.

(Por Ian Chadband)